top of page
banner avimig interno.jpg

NOTÍCIAS

Governo de Minas e Cemig lançam programa com série de medidas para beneficiar produtores rurais mineiros


O vice-governador Professor Mateus anunciou, na última terça-feira (11), durante a abertura da Megaleite (a maior feira da pecuária leiteira na América Latina), no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, o lançamento do programa Cemig Agro. A iniciativa, desenvolvida pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), prevê uma série de ações para a melhoria do fornecimento de energia e do atendimento para produtores rurais mineiros.

O programa cria canais diferenciados de relacionamento, amplia bases operacionais e reforça equipes, além de garantir mais recursos para manutenção preventiva e para a modernização da rede elétrica das propriedades rurais do estado.

Para o vice-governador o novo programa se soma a outras iniciativas do Governo de Minas para garantir a qualidade de energia elétrica no campo.

“O Cemig Agro é um programa que está indo para a rua definitivamente hoje, que se soma a um esforço que a gente já vem fazendo para atender às propriedades rurais. Uma das preocupações do nosso governo é garantir que o campo tenha efetivamente ligação elétrica de qualidade” destaca Professor Mateus.

O presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi Filho, ressalta o papel estratégico do agronegócio como um dos propulsores da economia mineira, sendo essencial para a geração de riqueza e empregos para o estado.

“Quando o agronegócio cresce, Minas cresce junto. E a Cemig quer estar ao lado dos produtores rurais viabilizando esse crescimento. Em 2024, estão sendo investidos R$ 2,3 bilhões em melhorias voltadas para o agro e, até 2027, serão cerca de R$ 11 bilhões”, afirma.


Atendimento exclusivo

Para reforçar o atendimento, foram criados dois telefones gratuitos e exclusivos para os clientes agro.

No caso de um problema no fornecimento de energia, o produtor rural pode acionar a Cemig pelo telefone 0800-721-6600, tanto para comunicar a falta de energia quanto para acompanhar o andamento da demanda.

Os sindicatos rurais também têm um telefone exclusivo, o 0800-722-8989, para comunicação e acompanhamento dos serviços que impactam seus associados. O cliente será atendido por pessoas especializadas e familiarizadas com o ambiente Agro.  

“A gente anuncia, neste momento, a criação de um canal específico para atendimento ao produtor rural para tratar de problemas de instabilidade na rede, falta de energia ou qualquer outro tipo de drama que esteja sendo vivido nas propriedades rurais. Então, é um investimento considerável da Cemig, abrindo um canal especificamente para atender aos nossos produtores da agricultura e da pecuária mineira”, reforça o vice-governador Professor Mateus.


Mais áreas de atuação 

Além de aprimorar o relacionamento com o cliente, o programa Cemig Agro ainda prevê outros pilares de atuação, dentre eles a manutenção preventiva (limpeza de áreas, inspeção de 100% da rede e equipe adicionais); automação (instalação de religadores automáticos nas redes monofásica e trifásica); resiliência da rede; transição energética (expansão e melhoria da qualidade do sistema e fontes renováveis); e inovação e eficiência (incentivo a novos projetos que atendam o produtor rural).  

“A Cemig mapeou todo o estado e vamos ampliar nossas bases operacionais, o que representará mais equipes da Cemig em prontidão para restabelecer o fornecimento de energia o mais breve possível, beneficiando, principalmente, nossos clientes do campo”, destaca o vice-presidente de Distribuição da empresa, Marney Antunes.

De acordo com a Cemig, a previsão é que, até o final deste ano, a companhia vai instalar mais de 3,2 mil novos religadores, realizar a limpeza de mais de 43 mil quilômetros de faixa sob linhas e inspecionar mais de 140 mil quilômetros de rede. Essas ações visam minimizar, principalmente, as ocorrências envolvendo vegetação e meio ambiente.  

Além dos religadores, a Cemig também continuará entregando as novas subestações e promovendo as ampliações de subestações existentes, muitas delas beneficiando a área rural.

Em 2024, são 38 novas subestações, dentro do programa Mais Energia, adicionando mais capacidade de fornecimento de carga para os clientes. Desde setembro de 2021, a iniciativa já inaugurou mais de 100 novas subestações e espera entregar em total de 200 até 2027.  


Rede trifásica 

No início deste ano, a Cemig anunciou o investimento de R$ 23 bilhões em sua rede de distribuição, que atende a mais de 9 milhões de clientes em todo o estado, para os próximos cinco anos (2024-2028). Trata-se do maior plano de investimentos da história da companhia no setor, ampliando os R$ 18,4 bilhões anunciados em 2023, com prazo de execução até 2027. 

Minas Trifásico está entre as várias ações de melhorias par beneficiar diretamente o cliente da área rural. O programa vai converter cerca de 30 mil quilômetros de redes elétricas rurais monofásicas em redes trifásicas.

Com a iniciativa, a Cemig levará energia com mais qualidade e quantidade para a população que vive no campo. O Minas Trifásico beneficiará quase todos os municípios da área de concessão da empresa, promovendo a potencialização acelerada do agronegócio local, mais desenvolvimento, emprego e renda para as regiões mineiras. 

No ano passado, o valor investido no programa Minas Trifásico foi de aproximadamente R$ 441 milhões, com extensão superior a 2 mil quilômetros de rede trifásica. 


Em defesa dos produtores de leite

Outro importante anúncio realizado pelo vice-governador Professor Mateus, durante a abertura do Megaleite, foi a determinação para que seja prorrogado por mais 90 dias, pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) a suspensão de concessão de benefícios fiscais das empresas importadoras de leite em pó de outros países.

Com a medida essas empresas, especificamente, continuam a pagar o ICMS de 18% no momento da comercialização dos produtos importados.

“Os laticínios que insistirem em continuar importando leite da Argentina e do Uruguai vão continuar sem os benefícios fiscais até que eles compreendam que eles estão destruindo um mercado importante em Minas Gerais, que é o mercado da proteção de leite. Então, contem com o nosso apoio para que o setor que gera mais 250 mil empregos no estado, e que garante que Minas responda por mais de 30% de todo o mercado lácteo do Brasil”, afirma o vice-governador.

A prorrogação será publicada no Diário Oficial Minas Gerais.


Megaleite

A 19ª edição da Megaleite (Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite), organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, é considerada a maior exposição de pecuária leiteira da América Latina.

Neste ano, o evento é realizado entre os dias 11 e 15/6 e conta com uma programação que inclui competições, palestras, eventos técnicos para capacitação, leilões, torneio leiteiro, minicursos, cerca de cem empresas expositoras, entre outras atrações.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Thales Fernandes, enaltece a importância do evento para o desenvolvimento do setor em Minas.

“Nós, produtores rurais e que trabalhamos com o agro, merecemos um evento dessa categoria, que reúne mais de 1,5 mil animais e que vai  movimentar mais de 200 milhões”, enfatiza.

Na abertura da programação, nessa terça-feira (11/6), outro destaque foi a entrega da comenda Mérito Girolando, que homenageia personalidades que têm seu trabalho reconhecido na dedicação, promoção e fomento da pecuária leiteira e da raça no cenário nacional. Na oportunidade, o vice-governador e o secretário de Agricultura foram agraciados.


Governo de Minas e Cemig lançam programa com série de medidas para beneficiar produtores rurais mineiros – Foto: Dirceu Aurélio


Fonte: Folha Regional


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page