banner avimig interno.jpg

NOTÍCIAS

Nutrição rica em minerais orgânicos é ferramenta para diminuir mortalidade de pintinhos no inverno

Além fazer o controle da temperatura, criadores também devem prestar atenção à qualidade da alimentação para fortalecer a imunidade dos pintinhos


A estação fria gera várias preocupações para os criadores de pintinhos e pintainhas. Até o 12º dia de vida, estes animais ainda não são capazes de promover a regulação térmica do corpo, estando sujeitos a doenças respiratórias e a outras infecções.

Além de focar no controle da temperatura do ambiente, é necessário também cuidar da alimentação e hidratação para diminuir a mortalidade dos pintinhos nesta época do ano. Rações ricas em minerais orgânicos, como zinco e selênio, por exemplo, possuem ação antioxidante que, além de estimular a atividade de células de defesa, podem dar um reforço crucial para aumentar a imunidade das aves e auxiliá-las a passarem por seus primeiros dias de desenvolvimento. Quando bem alimentados, os pintinhos ficam mais fortes para suportarem situações adversas.

“Os minerais orgânicos são biodisponíveis, ou seja, são mais bem aproveitados pelo organismo dos animais. Agem também em duas frentes: fazem parte da estrutura de algumas enzimas que possuem ação antioxidante, e ainda estimulam a produção destas mesmas enzimas, assim como de outras proteínas que, por sua vez, estimulam a produção de anticorpos. Agindo em várias frentes, melhoram a imunidade e reduzem a quantidade de radicais livres no organismo. Dessa forma, melhoram a imunidade. Assim, é possível diminuir a incidência de doenças, por exemplo, as respiratórias nos criatórios”diz a médica-veterinária e gerente de produtos da linha Sabor e Tradição da Guabi Nutrição Animal, Luciana Campos.

As rações da linha Sabor e Tradição contêm a adição de prebióticos e probióticos, que proporcionam o reforço para a saúde do intestino, auxiliando no controle de infecções intestinais. “Não se trata apenas de equilibrar as calorias e proteínas ingeridas, mas, também, fornecer outras vitaminas, minerais e ingredientes de qualidade que beneficiam todo o organismo dos animais”, pontua Luciana.

Em Uberaba (MG), o criador das espécies de galo índio gigante e galo mura, Rogério Menezes, conta que, desde que começou a usar as rações com adição de minerais orgânicos, seus pintinhos se desenvolvem melhor: “Eu recomendo para outros criadores porque é uma ração que reduz a mortalidade dos pintinhos, deixa eles mais saudáveis, evita perna-bamba. Nos adultos, eu também observei vários benefícios”, afirma.

Indicações da especialista

Para os criadores que desejam melhorar a alimentação dos pintinhos, Luciana Campos recomenda as rações da linha Sabor e Tradição, tanto a Pronatural quanto a DoSítio, da Guabi. Além dos minerais orgânicos, as rações são feitas com ingredientes e conservantes 100% naturais, visando uma criação saudável.

“Os produtos são pensados para uma nutrição de qualidade, priorizando a saúde dos pintinhos. Quando jovens, eles precisam de uma alimentação enriquecida em nutrientes; isso tem relação direta com o desenvolvimento da sua imunidade, estrutura óssea e a capacidade de ganhar peso, ou produzir ovos mais para frente”, pontua.

Cuidados com a temperatura

No estágio inicial de desenvolvimento, os pintinhos precisam de uma temperatura ambiente de 32°C. Além disso, é preciso tomar cuidado e preparar uma boa cama, com maravalha ou palha de arroz - as mais utilizadas, para evitar contato com o chão frio, pois ficar em uma superfície com temperatura abaixo da ideal também pode deixar os pintinhos mais susceptíveis e sujeitos a hipotermia.

Os aviários industriais normalmente já são muito bem equipados com aquecedores nos galpões, para fazer a manutenção desta temperatura. Contudo, em criações menores, existem diversos cuidados a serem tomados. Por exemplo, ao utilizar as campânulas para o aquecimento, observar o comportamento dos pintinhos é uma estratégia para checar se a temperatura está adequada, explica Luciana.

“Quando os pintinhos estão muito embolados debaixo da luz, o ambiente está frio; se estão muito espalhados, está quente; e se estão bem distribuídos, a temperatura é ideal. Em um ambiente com temperatura adequada, a conversão alimentar é melhor. Com uma boa alimentação, a manutenção da temperatura do corpo também é melhor. Nutrição e regulação térmica precisam andar de mãos dadas”, finaliza.

________________________________________

Sobre a Guabi Nutrição e Saúde Animal

A Guabi Nutrição e Saúde Animal é uma empresa que há mais de 48 anos se dedica ao desenvolvimento e fabricação de produtos de alta qualidade, voltados para o bem-estar de todo o ciclo: animais, produtores, criadores e consumidor final. Investe na qualidade dos insumos e tecnologias de ponta que garantam o melhor resultado, e é hoje uma das maiores empresas de nutrição e saúde animal do país. Tem forte atuação em todos os estados brasileiros e exportações frequentes para mais de 30 países. Atualmente, a Guabi possui seis unidades fabris distribuídas pelo Brasil, além de quatro Centros de Distribuição e de seu Escritório Nacional, em Campinas /SP.

Fonte: Guabi



10 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo